Uma grande mulher, um lindo poema

Ao ver esta foto de Angelina Jolie, enviada espacial do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), numa entrevista a jornalistas na sua luta em defesa dos mais de 700 mil refugiados rohingya, em Bangladesh, impossível não evocar o poema “O mar dos meus olhos”, de Sophia de Mello Breyner Andresen (1919/2004):

“Há mulheres que trazem o mar nos olhos
Não pela cor
Mas pela vastidão da alma

E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
Ficam para além do tempo
Como se a maré nunca as levasse
Da praia onde foram felizes

Há mulheres que trazem o mar nos olhos
pela grandeza da imensidão da alma
pelo infinito modo como abarcam as coisas e os homens…
Há mulheres que são maré em noites de tardes…
e calma.”

in “O mar dos meus olhos”,  Sophia de Mello Breyner Andresen, in Obra Poética

Photograph: Munir Uz Zaman/AFP/Getty Images

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *