Um jeito estranho de aliviar o estresse

Estava na fila do supermercado e um rapaz bom de prosa na minha frente me disse que o mundo está muito estressante e que a sua receita para cuidar do estresse é fazer caminhadas e observar a natureza enquanto caminha.

Até aí tudo bem… O problema é que ele acrescentou outra coisa curiosa nas suas caminhadas: de vez em quando ele fala sozinho e canta sozinho. Até aí tudo ok, mas logo em seguida ele disse que também grita sozinho, mesmo se está próximo de outras pessoas e, principalmente, quando está incomodado por algum problema insolúvel.

Comentei com ele que às vezes eu também falo sozinho, ainda que mentalmente, e também canto sozinho, mas não tenho o hábito de gritar sozinho.

Foi então que ele observou:

“É uma delícia! Pode parecer uma loucura, e às vezes é mesmo. Mas alivia muito e é melhor parecer que estamos doidos para os outros do que ficarmos loucos de verdade.”

Achei aquilo um pouco estranho, mas como diz a minha amiga e filósofa Catarina “cada um com o seu cada um!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *