Tempo é vida

Estávamos conversando informalmente numa sala e um colega de missão observou:

– A vida passa rápido para quem trabalha muito.

Em seguida outro colega comentou:

– Sim, mas a vida passa mais rápido para quem sempre corre atrás do dinheiro.

Esse mesmo colega observou que aprendemos desde cedo que o tempo “vale ouro” e por isso sempre acreditamos que não podemos “perder” tempo. Para ele, essa é uma lógica que nos ensina que o dinheiro é a medida de todas as coisas.

Aproveitei essa conversa informal, mas quase filosófica, e fiz a observação de uma professora da minha adolescência, que com a sua sabedoria zen sempre repetia aos alunos:

“Tempo não é, e nem pode ser dinheiro; ao contrário, tempo é vida!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *