Os bons exemplos do presidente português

A imagem do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo, fazendo compras num supermercado, no último fim de semana, chamou a atenção do mundo. 

Rebelo costuma ir sozinho às compras, devidamente protegido, com máscaras e luvas, seguindo as recomendações da OMS. Aguarda na fila como um simples mortal.

O presidente português é imbatível nos índices de popularidade, mas não faz exibicionismos para atrair partidários. É um popstar sem ego inflamado. 

Ele também é respeitado pelo poder do diálogo. Quando decretou as medidas restritivas em Portugal, no dia 18 de março, ressaltou em discurso que aquela era “uma decisão excepcional num tempo excepcional”. Conseguiu a união dos partidos e do povo, pois segundo ele a “tarefa é de todos e não de cada um abandonado à sua sorte”.

Rebelo respeita a ciência e a saúde do povo. Nunca fez propaganda enganosa de falsos remédios milagrosos. 

É um presidente preocupado com as questões ambientais e climáticas. No ano passado fez um discurso na abertura da Assembleia da ONU que emocionou o mundo. 

Portugal já está flexibilizando o isolamento social e recebeu a atenção da impressa internacional por ter dado “resposta rápida” ao coronavírus. As taxas de infecção e mortalidade no país são as menores da Europa.

Um presidente virtuoso e exemplar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *