O elogio petista ao populismo autoritário de Maduro, na Venezuela

O governo Maduro é indefensável e governa uma Venezuela totalmente arruinada. Tenho amigos venezuelanos e os relatos do que se passa por lá são simplesmente assustadores.

O chavismo e o populismo autoritário de Maduro levaram aquele país ao caos. As perseguições políticas têm causado uma enorme tragédia imigratória e uma crise humanitária, com gravíssimas violações de direitos humanos. A economia da Venezuela está arruinada, com uma enorme hiperinflação. Atualmente mais de 80% das pessoas precisam da ajuda do Estado para sobreviver.

Fui colega de uma venezuelana que trabalhou comigo na OEA e ela produziu relatórios internos para a OEA sobre a situação de seu país. Tudo está muito dramático. O populismo ditatorial de Maduro faz manipulações eleitorais e eleições fajutas para se manter no poder. 

Bem, posto isso, é absolutamente inacreditável e incompreensível que o PT ainda apoie defenda e elogie oficialmente a ditadura de Maduro na Venezuela.

Em nota oficial, depois das eleições legislativas do último domingo (06/12), o Partido dos Trabalhadores expôs sua solidariedade ao governo do país vizinho. A presidente do partido Gleisi Hoffmann disse que “a realização das eleições é a resposta democrática aos golpistas que conspiram, dentro e fora do país, contra o governo constitucional e o processo de transformação iniciado pelo ex-presidente Hugo Chavez”.

Que horror! A que ponto chegou o PT. A ideologia é mesmo uma droga terrível. O PT está cultivando pretextos para que os seus partidários sejam acusados de extremistas, retroalimentando o discurso da simetria com Bolsonaro.

Enquanto isso, o Partido dos Trabalhadores continua em acelerado declínio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *