Manual de Instruções para a Vida

Por esses dias numa conversa no aeroporto escutei a seguinte observação: “não há manual de instruções para a vida”. 

Não, não há manual para a vida! Na aventura da existência humana, viver se aprende vivendo. 

Muitas vezes esperamos um tipo de vida e é outra a vida que nos espera, diante de tantas imprevisibilidades. 

Aprendemos que é preciso aprender com os nossos erros, mas muitas vezes não aprendemos com os nossos erros e erramos novamente. Afinal somos humanos. 

Dizem que devemos nos arrepender mais das coisas que não fizemos, do que daquelas que fizemos. Ainda assim muitas vezes evitamos os desafios e preferimos o porto seguro.

Em muitas situações demoramos a aprender e quando aprendemos uma lição a fase de aplicação já passou. Nem sempre a experiência aprendida nos serve como guia; às vezes mais vale para a vida que poderia ter sido e não para a vida que se foi. 

O fato é que ninguém tem a vida resolvida; todos estão para resolvê-la, leve o tempo que for necessário. 

Viver implica em (re)inventar a vida a cada instante e isto a torna mais desafiadora. 

Contudo, mesmo sem um manual de instruções, a vida é bela e é melhor do que imaginamos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *