Homenagem à Luna

Há 3 anos, quando a Luna faleceu, ficamos muito tristes. Foi uma grande choradeira para todos, pois foram muitos anos juntos; ela fazia parte de nós e nós fazíamos parte dela, da sua vida, dos seus olhares, dos seus amores e cuidados por nós. 

Colocamos ela no carro e fomos para a roça para sepultá-la. No caminho, paramos num canteiro de flores e compramos uma muda de Manacá da Serra. Ela seria enterrada e no mesmo lugar plantaríamos o Manacá. 

Plantamos. Era inverno e a muda de Manacá teve dificuldades para sobreviver. Ao final sobreviveu e ficou belíssimo, conforme esta foto que recebi hoje dos meus familiares. 

Luna foi para o céu dos bichos, mas a sua lembrança tornou-se eterna entre nós, seja pelas suas histórias ou pelo Manacá que ficou em seu lugar. 

E assim Luna continua a brilhar e a iluminar para sempre as nossas vidas. E o Manacá passou a fazer parte destas lembranças e desta história. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *