A vida é curta e a noite é bela

Do apartamento de uma amiga vi a noite cair em Tegucigalpa. Ao longe a cidade brilhava, com uma pequena lua no horizonte.

Parei e fiquei olhando para o céu. Vi duas estrelas brilhantes; depois vieram outras.

Apreciei um pouco o encanto da noite, das estrelas e da vida. Vi o brilho da lua, que caia com delicadeza.

Tudo passa neste mundo, as alegrias, as tristezas; as ilusões e desilusões. Tudo passa…

Precisamos também voltar os nossos olhos para a noite e para as estrelas. É preciso enxergar o essencial, pois a vida é curta e a lua é bela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *